Behavioral Targeting

Por fevereiro 21, 2018 julho 11th, 2019 Artigos

Você já procurou por um produto on-line e acabou sendo impactado por anúncios desse produto em todas as páginas da web que você visitou por dias, às vezes, semanas? Isso é resultado direto de uma estratégia de remarketing chamada Behavioral Targeting (traduzindo: segmentação comportamental), e se você é um anunciante, isso pode impactar diretamente no seu ROI (retorno sobre investimento).

Mas o que é a Behavioral Targeting?

A Behavioral Targeting é uma técnica de remarketing usada por anunciantes online para aumentar a eficácia de suas campanhas através de informações coletadas do comportamento de navegação de um indivíduo, como as páginas que visitaram ou as pesquisas que fizeram.

Essa técnica de remarketing ajuda a fornecer aos usuários anúncios mais condizentes com o seu perfil. Os dados comportamentais também podem ser combinados com outras informações do usuário, como o histórico de compras, para criar um perfil mais completo.

Como funciona a Behavioral Targeting?

Quando um consumidor visita um site, um cookie é colocado no seu computador. Esse cookie tem detalhes sobre as páginas visitadas, a quantidade de tempo que eles permaneceram em cada página, os links que eles clicam, as pesquisas que eles fazem, os produtos que colocaram no carrinho de compras e as coisas com as quais eles interagem.

Depois que esses dados são coletados, são segmentados em grupos, formando perfis de consumidores. O trabalho do Behavioral Targeting é proporcionar que os anunciantes impactem esses perfis com remarketing de produtos e/ou serviços relevantes. Tornando o remarketing menos chato para o consumidor e mais assertivo para as empresas.

A diferença entre Behavioral Targeting e Remarketing

Embora pareçam semelhantes, remarketing e Behavioral Targeting são técnicas um pouco diferentes. Na realidade, Behavioral Targeting é um tipo de remarketing só que mais profundo e menos instrusivo.

Isso porque as técnicas de remarketing como a do Google Adwords, por exemplo, impacta as pessoas que acessaram determinado website, mas não leva em consideração os demais comportamentos do usuário, assim como o behavorial faz.
As duas técnicas são muito positivas, ambas funcionam muito bem, porém o usuário tem mais chances de se irritar com o remarketing, que é mais apelativo e intrusivo. O Behavioral Targeting é capaz de entregar um conteúdo mais personalizado ao consumidor, na hora e local certos, sem exageros.

Benefícios da Behavioral Targeting

Bom, tudo isso é muito legal, mas quais são os benefícios mais significativos associados ao Behavioral Targeting?

1. Taxa de cliques mais altas: Pesquisas feitas pela Ohio State University descobriram que os anúncios segmentados por comportamentos podem ter uma taxa de cliques 670% superior aos anúncios não segmentados. Isso é fácil de entender se você parar para pensar. Se você criar anúncios interessantes e relevantes para seus clientes, eles estão muito mais propensos a clicar e ver o que é que você tem para oferecer.

2. Maior taxa de conversão: Ter uma boa taxa de cliques não significa muito sem altas conversões, não é mesmo? De acordo com estudos realizados pela Network Advertising Initiative, propagandas específicas baseadas no comportamento do usuário recebem conversões de 6,8%, em comparação com 2,8% para anúncios não segmentados.

3. Um maior retorno sobre investimento: Finalmente, qualquer empresa precisa saber que eles estão obtendo bons retornos sobre seus investimentos se quiserem garantir o sucesso imediato e futuro de sua organização. Se o seu ROI for baixo, isso pode significar que você está gastando muito sem receber nada em troca. Quanto mais você trabalhar no Behavioral Targeting para aprimorar suas taxas de cliques e conversões, mais provável é que seu ROI cresça.

Você deveria recorrer ao Behavioral Targeting?

Embora os métodos de Behavioral Targeting tenham sido a fonte de alguma controvérsia no passado, a verdade é que muitas vezes são muito mais eficazes do que você pode imaginar. Esta é provavelmente uma das razões pelas quais mais e mais pessoas têm recorrido ao Behavioral Targeting como forma de aprimorar seus esforços de marketing existentes e aumentar o ROI.

Embora o remarketing do Behavioral Targeting possa não atrair todo o seu público-alvo, estudos descobriram que pode ser muito eficaz no crescimento de uma audiência, e muitas vezes pode oferecer uma experiência de remarketing mais atrativa para seus clientes também, converse conosco e conheça nossas soluções.

Walter Ziebarth

. Walter Ziebarth